segunda-feira, 8 de setembro de 2014

Fugir de toda a aparência do mal.


Abstende-vos de toda aparência do mal.
1 Tess 5.22
Olá caro Leitor. Sábado não tivemos algo à meditar.
Porém hoje, Segunda, vos trago esta.

Abster-nos de toda a aparência do mal.
Digo-te que a aparência do mal nem sempre é má. Antes, tem uma bela aparência, é agradável aos olhos e é desejável.

Pegarei por exemplo Eva:
Eva teve um grande desejo pelo fruto, que Deus havia proibido. Ela viu que ele era bom para se comer, agradável aos olhos e desejável para dar entendimento. Observe três características para o mal: Bela aparência, bom para os olhos e por fim desejável.
Quando Eva desejou o fruto deu luz ao pecado e o pecado consumado gerou a morte dela.
Eva, para não ter errado, deveria ter fugido de toda a aparência do mal. E ao ver que era bom para se comer e agradável aos olhos já ter tido fugido daquele fruto, pois ia contra a vontade de Deus. E a vontade de Deus sempre é o que é realmente bom e agradável. E o que vai contra a vontade dele é realmente mal e rejeitável. Então se ela tivesse fugido da aparência do mal não teria dado a luz ao pecado e assim não o teria consumado.

A bíblia diz: Toda a boa dádiva e todo o dom perfeito vêm do alto, descendo do Pai das luzes, em quem não há mudanças nem sombra de variação. ( Tg 1.17 ) Ou seja, se algo não vier de Deus é do maligno. E se for do maligno, mesmo tendo uma boa, agradável e desejável aparência, é ainda algo mal. E devemos disto fugir.
Enfim, tudo que aparenta ser mal FUJA. Não fique com dúvidas do que Deus diz. Se é mal: FUJA! Tudo que não vem de Deus é do maligno. E disto: FUJA!

Vigiemos e oremos sem cessar. Assim Deus nos mostrará como fugir de toda tentação e de toda a aparência do mal.

Que a Paz de Cristo esteja conosco. Amém.